Dicas Básicas de Cultivo de Orquídeas Parte 2

Home » Trato Cultural » Dicas Básicas de Cultivo de Orquídeas Parte 2
30 de novembro de 2015 Trato Cultural Nenhum comentário

VASOS  E  SUBTRATOS


Vasos de barro são os mais utilizados, devem ter furos para permitir uma boa aeração das raízes e permitir o escoamento do excesso de água. Preferentemente devem ser pendurados, o que além de proporcionar melhor ventilação, evita o aparecimento de lesmas e caracóis. Não sendo possível, evite colocar pratos debaixo dos
mesmos para que não haja acúmulo de água.

Também são utilizados vasos plásticos, cestinhas de madeira e casca de peroba, que podem apresentar bons resultados. Com relação aos substratos o mais usado foi a fibra de xaxim, extraída de uma samambaia ou samambaiaçu (Dicksonia sellowiana) de matas nativas que por encontrar-se em extinção teve sua comercialização proibida. Atualmente os mais usados são : casca de pinus com carvão, fibra de coco, carvão vegetal, casca de coco, fibra de coco – coxim, esfagno – musgo, pedrisco de rocha calcárea e misturas com isopor, carvão e pedrisco. Costuma-se utilizar também pedaços de casca de madeira como a peroba por exemplo.